BATALHA DE VOGUE

BATALHA DE VOGUE HOUSE OF AMU’A – DF

SEXTA – 15 DE NOVEMBRO – 22H
local: Terraço da Biblioteca Cromwell de Carvalho
ingresso: Gratuito
classificação: 15 anos

A Batalha de Voguing – ou uma mini-ball – é resultado da oficina que trabalhou aspectos teóricos e práticos da cultura ballroom, integrando a história das primeiras casas de voguing com as pessoas pioneiras nessa construção, bem como os objetivos e o contexto histórico de HIV AIDS que ocorre no auge da cena ballroom nos Estados Unidos. Enquanto estética de dança, a oficina passa por 6 elementos: Hands performance, catwalk, duckwalk, floor performance, spin e dip. Esses elementos se configuram como essenciais numa performance de voguing.

A house of Amu’a (centopéia, em tupi-guarani) é composta por pessoas LGBT’s da periferia do DF. A house assume esse nome por entender que trabalham juntos. Todas as pernas guiam a um único norte. Através de práticas de esperança, solidárias e coletivas, alcançarão a emancipação de povos e grupos historicamente negligenciados. Escondem os rostos para que a face da coletividade apareça. São corpos indígenas, negros e de mulheres que ocupam e reivindicam acesso a uma cidade elitizada. Partes de suas ações são subsidiadas pela UnB, com projetos de extensão que transcende os muros de Brasília, chegando às quebradas que não são ouvidas.

Ruan Guajá é Father e criador da House of Amu’a, uma casa-coletivo de pessoas LGBT’s periferizadas do Distrito Federal. Estuda voguing e constrói a cena ballroom desde 2015, a partir das ocupações da UnB contra a pec do congelamento dos gastos sociais, onde, a mais de um ano, ministra oficinas gratuitas de voguing para a comunidade acadêmica e externa da Universidade. Realiza projetos de extensão levando a cultura voguing e LGBT para escolas públicas, saraus, festas, festivais e exposições. De etnia indígena Guajajara, Ruan apresentou em um seminário internacional de Geografia, na cidade de Santiago de Chile, a cerca das territorialidades e distribuição espacial das kiki houses do DF, elaborando mapa de conflitos e atuações das mesmas dentro da capital.

QUEM FAZ O JUNTA

Direção e curadoria:

Datan Izaká @izakadatan

Jacob Alves @jacobalves

Janaína Lobo @janalobo

Produção:

Izabelle Frota @bebel.frota

Bruno Dantas @brunoodantass

Raissa Nolêto @raissanoleto

Assessoria de imprensa:

Tertuliano Filho @tertulianofilho

Claryanna Alves @aquelaclary

contato:

juntafestival00@gmail.com

©2019 JUNTA