POLVO

Bia Figueiredo
Curitiba – PR

Um povo, uma pólvora. Uma tez, uma terra, um poro, um buraco na camada de ozônio. Um arco-íris e uma flecha, uma língua, um polvo, tentáculos, um voo. Uma voz: agora feche os olhos. POLVO versa sobre situações cotidianas intensificadas em tempos de quarentena. Investe no mascaramento como meio imagético-coreográfico para rever formas que já não nos servem mais. Através da organicidade e fluidez do movimento, essa dança indaga sobre a figura para além do humano no exercício de criação de outros modos de existência.

Bia Figueiredo é artista e aprendiz de plantadora. Cultiva a terra, ao mesmo passo que concebe e realiza projetos artísticos em Dança, Performance e mídias visuais. Interessa-se por poéticas, políticas do corpo e descolonialidades em seus múltiplos desdobramentos. Com a CRUA, laboratório de Performance da qual é proponente, esteve recentemente na ECA – Escola de Comunicação e Artes da UEM Universidade Eduardo Mondlane em Maputo, Moçambique. POLVO é uma criação em colaboração com Leco de Souza, artista e permacultor que vem desenvolvendo seus trabalhos no cruzamento entre as artes e o cultivo da terra.

Ficha técnica
Coreografia e performance: Bia Figueiredo
Artista colaborador: Leco de Souza
Vídeo: Leco de Souza
Produção: Bia Figueiredo
Colaboradores: Eraldo Kuhl, Rudinei de Souza, Água Viva Concentrado Artístico.